01/05/17-Após ser destaque no Gauchão lateral Sander descansa em Horizontina

03/05 18:35:28 - Esportes
01/05/17-Após ser destaque no Gauchão lateral Sander descansa em Horizontina

Sander do Cruzeiro de Cachoeirinha com Volmir Herbstrit na Academia Vida Ativa

         Na tarde da última segunda-feira, dia 25, o Jornal Folha Cidade entrevistou, com exclusividade o lateral esquerdo Sander, que disputou o Campeonato Gaúcho de Futebol pela equipe do Cruzeiro de Cachoeirinha e é um dos destaques da competição, sempre sendo citado entre os melhores da posição, inclusive figurando praticamente em todas as rodadas na Seleção do Gauchão.

         Sander iniciou a conversa falando sobre sua situação atual, com contrato encerrando com a equipe do Cruzeiro, ele já recebe sondagens de vários clubes, inclusive do Internacional, mas Sander deixa claro que até o momento são apenas sondagens e que aguarda o final da competição para definir seu futuro em 2017.

O Início

         Sander, 26 anos, filho de pais gaúchos, mas é natural de Corumbá, Estado de Goiás. Sua infância foi nas cidades de Dona Francisca e Tupanciretã. Sua carreira inicia nas categorias de base do São Luiz de Ijuí e já profissional, Sander teve passagens por várias equipes, como Santo Ângelo, São José, Ypiranga, Tupi e Cruzeiro, todos do Rio Grande do Sul, além de uma passagem pela equipe do Rio Branco do Acre, onde ele foi escolhido como o melhor jogador do Campeonato Estadual e pela equipe do Avaí, onde disputou um Campeonato Catarinense.

As Características

         Por ser lateral esquerdo, Sander tem vocação tanto para o ataque quanto para a defesa. Ele deixa claro que pela sua velocidade e agilidade, é possível atacar de forma veloz e logo em seguida fazer a recomposição evitando assim que fiquem espaços livres em sua área de atuação.

O Exemplo

         Muito dedicado e comprometido, Sander ressalta a importância do profissionalismo e do respeito ao trabalho realizado, Sander deixa claro que mesmo após o final dos treinos, ele mantinha-se trabalhando, para aperfeiçoar ainda mais suas virtudes e corrigir suas carências. Para os jovens que acompanham sua história e almejam tornarem-se profissionais, Sander deixa um recado muito claro, tratando-se de respeito e dedicação, pois em seu começo, nas categorias de base do São Luiz, ele já sabia que precisaria trabalhar muito para tornar-se um atleta profissional, onde em seu grupo, havia muitos garotos que tinham grande potencial e acabaram por não profissionalizarem-se justamente pelo fato de não terem este comprometimento e respeito para com seus treinadores e com o trabalho em si.

Gauchão 2017

         Fazendo uma avaliação de seu trabalho neste Gauchão, Sander ressalta que acredita estar em um dos melhores momentos de sua carreira, e o destaque que a equipe do Cruzeiro teve, ficando em segundo lugar na tabela de classificação na primeira fase, além do grande grupo comandado pelo Professor Benhur Pereira fizeram com que suas atuações ganhassem ainda mais destaque.

         E com relação ao grupo do Cruzeiro e o desempenho, Sander avalia que o grupo estava muito focado e que a boa campanha na competição foi fruto de muito trabalho coletivo, uma vez que o grupo era muito homogêneo e todos os atletas estavam comprometidos com a equipe.

         O objetivo do Cruzeiro era buscar uma colocação entre os quatro semifinalistas, justamente para tentar garantir uma vaga ao Cruzeiro no Campeonato Brasileiro Série D, fato este que não foi alcançado, pois após cair nas quartas de finais para a equipe do Inter, a equipe deixou de somar pontos e com a disputa das semifinais, a equipe de Caxias acabou passando o Cruzeiro na classificação final.

Futuro em 2017

         Com contrato vigente até o final do Campeonato Gaúcho, Sander ainda não tem uma definição de seu futuro. Ele espera terminar a competição para sentar com seu empresário e conversar sobre as propostas que estão chegando.

         Até o momento, de concreto ainda não há nada, pois as equipes normalmente esperam terminar as competições para fazer a avaliação dos atletas. Sobre a sondagem do Inter, Sander destaca que não foi procurado, apenas há uma declaração de um dirigente falando sobre seu trabalho.

         Sander apenas deixa claro que ele pretende disputar uma Série neste segundo semestre de 2017, até para tentar buscar um contrato um pouco mais longo com mais estabilidade e poder dar sequência no seu trabalho.

Sander comparado com Ronaldo Fenômeno?!?!

         Em um momento de muita descontração na entrevista, Sander nos conta que em uma partida na decisão do Campeonato Acreano de Futebol, sua equipe, o Rio Branco, estava perdendo o jogo, o goleiro da equipe rival estava fazendo a famosa cera, matando o tempo com a bola no chão, ele foi aproximando-se do goleiro que não tinha nenhuma atitude, e quando ele percebeu a oportunidade, acabou roubando a bola do goleiro com um toque e marcou o gol. Este lance rodou o mundo e foi comparado com o lance de Ronaldo Nazário, onde ele, ainda jovem, aproveitou uma bobeada do goleiro e acabou roubando a bola e fazendo o gol. O lance de Sander, por ser muito similar ao de Ronaldo e também muito inusitado, acabou gerando uma grande repercussão, inclusive fora do Brasil, com o vídeo rodando vários países, como Itália, Portugal e Espanha.

Novo Hamburgo na Decisão

         Com a equipe do Novo Hamburgo na decisão, Sander acredita que o Anilado pode sim fazer frente ao Inter. Se na primeira fase o Inter acabou derrotado pelo Novo Hamburgo, o jogo agora será totalmente diferente, pois o Inter vem em uma evolução, com a retomada de confiança dos atletas.

         Porem Sander acredita que o título está em aberto e que este primeiro jogo será fundamental para a decisão do título, uma vez que a equipe do Novo Hamburgo precisa chegar vivo à segunda partida, além disso, Sander destaca o trabalho de Beto Campos no comando do Nóia, deixando claro que ele é um dos expoentes comandantes deste Gauchão.

Jogos Contra a Dupla GRENAL

         Neste Gauchão, Sander atuou tanto contra Grêmio quanto contra o Inter, foram dois jogos frente ao Colorado e uma partida frente ao Tricolor. E ele aproveitou para fazer uma análise das duas equipes para o leitor do Jornal Folha Cidade. Com relação ao Inter, ele acredita ser uma equipe muito aguerrida e veloz, e mesmo com a questão da reformulação do elenco colorado ele vê a equipe do Inter como sendo muito qualificada. Já o sobre o Grêmio, Sander acredita ser uma equipe om mais posse de bola e trabalho técnico o que por vezes, faz com que seja possível marcar de forma mais direta os jogadores tricolores.

D’Alessandro

         Sander atuou contra D’Alessandro apenas uma vez  nesta competição e acabou por não precisar marcar o Argentino, mas ele destaca a importância do meia para a equipe do Inter.

         Segundo Sander, ele comanda a equipe dentro de campo, tanto técnica quanto taticamente, e ele roda o campo inteiro, o que faz com que seja ainda mais difícil de marcar ele.

         Para finalizar, Sander agradeceu muito o apoio e a receptividade da comunidade horizontinense, e em especial, do Professor Volmir que o auxilia muito nesta preparação para as próximas competições e inclusive mantendo a forma na Academia Vida Ativa. Ele passa os últimos dias de férias em Horizontina, inclusive jogando algumas partidas nos campos da cidade.

GIRO AMBIENTAL