05/02/17 Bombeiros suspendem buscas por falta de visibilidade e jovem segue desaparecido no Buricá

05/02 21:55:50 - Geral
05/02/17 Bombeiros suspendem buscas por falta de visibilidade e jovem segue desaparecido no Buricá

Imagem: Jornal Folha Cidade/Rádio Olinda FM

Os bombeiros de Horizontina suspenderam por volta de 20h30min deste domingo (5) com a chegada da noite, as buscas superficiais com barco e auxílio de cordas garatéias e um Sonar, ao jovem Bruno Aloísio Spindula, 22 anos, que submergiu por volta das 20h de sábado (4) na correnteza do Rio Buricá, após salvar a cunhada, uma adolescente de 13 anos que estava sendo arrastada pela correnteza.

O acidente aconteceu próximo a ponte da ERS 305, na localidade de Vila Cascata, divisa entre Horizontina e Crissiumal. Durante todo domingo, moradores e pescadores contribuíram por terra (pelas margens), auxiliando a equipe de bombeiros, mas nada foi encontrado. Para as primeiras horas de segunda-feira, dia 6, está sendo aguardada a chegada de uma equipe de mergulhadores de Passo Fundo. Também há a expectativa de que o corpo do jovem possa emergir, pois já passam de 24 horas do afogamento.

Associação de moradores diz que busca melhorar a infraestrutura após dois anos de organização

A Presidente de Associação de Moradores Cascata do Buricá, Rosângela Tauchen Lehner, informa que os banhos no rio são tradicionais havia de décadas, porém não são de responsabilidade da associação, e sim, de cada um que ingressar nas águas. ”Nós não cobramos ingresso, por que o rio é público, em anos passados sempre havia a demarcação da área mais perigosa, porém a última enchente destruiu as boias, existe a orientação sempre de que as pessoas tenham cuidado”, diz.

A organização associativa é recente, são em torno de 60 famílias associadas, sendo 17 residentes na área costeira de forma fixa e as demais possuem casas de veraneio.  Um dos objetivos da criação é lutar por investimentos de melhor infraestrutura do local, entre elas, as de segurança, haja vista que o lugar precisa manter sua riqueza natural que é uma cascata entre pedras, arborização nativa preservada e geografia intocável. “Nós preservamos, e é aprazível para qualquer família passar os finais de semana aqui”, informa.

Foi uma fatalidade o jovem não saber nadar diz a dirigente

Rosângela faz uma ressalva quanto ao acidente de sábado, pois segundo ela, a família estava em local de pouco risco, e foi por um descuido que a jovem arriscou-se tendo de ser salva pela vítima, que infelizmente não sabia nadar. Mesmo assim ela reivindica para os próximos anos, a instalação de proteção e placas informativas nas proximidades das fendas de pedras, demarcação da área de banho segura e um trabalho de segurança ou salva vidas, carência em praticamente todos os balneários. “Precisamos que nossos governantes invistam mais no turismo municipal”, encerra. A Presidente solidarizou-se com a família do jovem desaparecido.

Assunto: Geral

LS NOROESTE BAZAR E PAPELARIA