07/04/17...Pumas/Kampag/Secchi Incorporadora duas vezes vice na 2ª Copa Tucunduva de Futsal

09/04 13:12:51 - Esportes
07/04/17...Pumas/Kampag/Secchi Incorporadora duas vezes vice na 2ª Copa Tucunduva de Futsal

Uma das equipes vice-campeã

Mais uma vez, o projeto Pumas Futsal, participou de um evento regional, com um alto grau de dificuldade, onde o nível técnico das equipes era excelente. A competição em questão foi a 2ª Copa Tucunduva de Futsal, organizada pela Futuros Craques Eventos Esportivos, coordenado pelo Árbitro Dejaime Turra, na cidade de Tucunduva.

O evento reuniu equipes de diversas cidades da região do Grande Santa Rosa e também de outras regiões, como Cometa de Panambi, AABB/Verde Sport,  de Santo Ângelo, ASIF de Ibirubá, Associação Catuípe de Futsal, Associação Chiapeta e o Real de Itaqui.

O projeto horizontinense Pumas Futsal marcou presença na competição, e mesmo enfrentando estas equipes renomadas, o Pumas/Kampag/Secchi Incorporadora, conquistou dois segundos lugares na competição. No sábado, a equipe sub 13, comandada pelos monitores Roger e Romedio Schulz, ficou com a 2ª posição, perdendo a final para a ASR de Santa Rosa.

No sub 15 o titulo ficou com o Real de Itaqui e o 2º lugar com a Associação Catuípe.  Já no domingo, o 2º lugar veio com a equipe sub 11, comandada pelos monitores Daniel Pundrich e Marcos Stringari, que perderam a final para a forte equipe do Cometa de Panambi por 1 x 0, em jogo muito equilibrado.  Foram dois dias muito cansativos, porem compensadores, pois a criançada pode jogar e se divertir, conhecendo novas equipes e fazendo novos amigos.

O coordenador geral da Acehor, Clóvis Chenckel, sente-se muito orgulhoso pelos resultados alcançados em um evento de excelente nível técnico, ressaltando que, o projeto Pumas Futsal, não seleciona os melhores, mas sim oportuniza, aqueles que participam semanalmente dos treinos e que prioriza o projeto.

Também agradece a Secretaria de Desenvolvimento Social, por disponibilizar os lanches aos atletas, pois faz uma diferença muito grande para a maioria, que vai a um evento como este, apenas com a vontade de jogar bola, não tendo como se pagar um lanche ou refrigerante.

Clóvis também destaca, as dificuldades em manter os projetos, os altos custos com as viagens e inscrições, sendo que os recursos vem do próprio caixa. A manutenção dos projetos se da especialmente pelo bom numero de patrocinadores, pois as verbas públicas estão cada vez mais escassas, sendo que mesmo sendo um projeto de alta relevância para Horizontina, ainda não tem o reconhecimento e a valorização que deveria ter, mas completa: Vamos continuar batalhando e trabalhando em prol do esporte e mantendo os projetos, contando com o apoio dos patrocinadores, pais e simpatizantes destes.

 

LS NOROESTE BAZAR E PAPELARIA