10/03/17..Domingo de sol e pegas dos jipes salvam programação da 6ª Horizontina em Exposição

10/03 22:11:07 - Eventos e Promoções

Campeões sendo premiados pelos organizadores

         Prejudicadas pela intensidade das chuvas desde a noite de sexta-feira, precipitações que persistiram durante a maior parte do dia e noite de sábado, chegou ao final no inicio da noite de domingo, com tempo melhor, a 19ª edição do Jeep Country Internacional e 6ª Horizontina em Exposição, promovidas pelo Município de Horizontina com a organização da ACIAP e Jeep Clube e apoio da Câmara Municipal de Vereadores.

         Com orçamento reduzido pelo Poder Público a edição deste ano suprimiu uma das atrações principais, que garantia público nas noites de sexta e sábado, ou seja, o Circuito Cultural. As atrações de música, teatro e danças que reuniam companhias, escolas, grupos étnicos, bandas e orquestras renomadas, não estiveram contempladas na programação deste ano. Apresentações locais das oficinas do próprio município, escolas e CTG no final da tarde de sábado, careceram de condições mínimas de palco, montado de improviso minutos antes das apresentações. Além da economia na contratação dos artistas, também não foi efetuada locação de palcos e iluminação aos moldes de anos anteriores. Carretas (palco móvel) das próprias bandas serviram às atrações musicais.

 É justo reconhecer, que os mais de 100 mm de chuvas registrados, também contribuíram decisivamente para afastar o público do evento. A própria infraestrutura de drenagem não deu conta do escoamento hídrico. O formato do parque, cercado de taludes com terreno plano facilitou a formação de poças de água e obrigou ações emergenciais de correção com pedra britada para minimizar dificuldades de acesso em vários pontos.

Ao final do evento, o Prefeito Antônio Lajús reconheceu ser necessária uma reavaliação do Plano Diretor, a fim de preparar o parque para que tenha funcionalidade normal, mesmo se a chuva registrar presença forte. “Apesar dos transtornos, a chuva possibilitou que nossa equipe visualizasse onde estão os problemas mais sérios e partiremos em busca de recursos para corrigir e melhorar essa infraestrutura” garantiu.

O domingo de sol melhorou o humor de expositores, promotores e do público, pois para jipeiros e pilotos a chuva e o barro são ingredientes que ampliam a emoção. As pegas de jipes e de gaiolas desde os treinos e nas tomadas de tempo foi empolgando os presentes. Na parte da tarde de domingo mais de 8 mil ingressos foram comercializados para a prova do Campeonato Brasileiro de Jeep e Gaiolas Cross e algumas capotadas levaram o público ao delírio.

A prova também foi de emoção tamanho família. Duas mulheres roubaram a cena em meio as duas dezenas de pilotos acostumados ao aplauso: Simone Marques de Santana da Parnaiba-SP, que corre o nacional de jipes com o marido Ed Carlos e a jovem Julia Heberle que corre com o pai René Heberle na divisão de gaiolas.

O piloto horizontinense de gaiolas categoria aspirada Paulo Bernardo  Griger o “Cicinho ” ficou entre os 10 melhores colocados. Já na categoria Jipe Aspirado o piloto local Charles Kochhann (Charlão) ficou na 4ª colocação. O jipe General quebrou durante a última volta para tomada de tempo. Renato Simon do Paraná e Fabiano Antoniazzi de Flores da Cunha foram os grandes campeões das duas categorias de Jipe, Aspirado e Turbo, respectivamente.

LS NOROESTE BAZAR E PAPELARIA