12 de maio Dia internacional do Enfermeiro

15/05/2015 10:22:10 - Saúde
12 de maio Dia internacional do Enfermeiro

Foto: Divulgação

Nesta semana, terça-feira 12 de maio, comemorou-se do dia do Enfermeiro. Esta data é comemorada mundialmente pelo Conselho Internacional de Enfermeiros, para valorizar o trabalho realizado por eles para a sociedade.

Milhares e milhares de pessoas dedicam sua vida e seu tempo a cuidar incondicionalmente de alguém que nunca viu nada vida, mas que mesmo assim, ajuda e faz o melhor por ela. Nunca sabem o turno que irão trabalhar, são temidos por algumas crianças, mas que nasceram para isso, possuem um dom.

A palavra Enfermeira/o origina-se de duas palavras do latim: “nutrix”, que significa Mãe, e do verbo “nutrire”, que tem como significados criar e nutrir. Essas duas palavras, adaptadas ao inglês do século XIX, acabaram se transformando na palavra NURSE que, traduzida para o português, significa Enfermeira.

Segundo relatos históricos o 12 de maio ficou conhecido como dia Internacional da Enfermagem por ser a data do nascimento de Florence Nightingale, que é considerada a “mãe” da enfermagem moderna. Florence era britânica e trabalhou na Guerra da Crimeia onde ficou conhecida como a “Dama da lâmpada”, instrumento que usava para ajudar os feridos durante a noite. Tempos depois fundou a primeira Escola de Enfermagem secular do mundo na Inglaterra, no ano de 1860.

Além de Florence vale citar Ana Néri, brasileira, natural da Bahia que começou a atuar quando seus filhos, um médico militar e um oficial do Exército, foram convocados para a Guerra do Paraguai (1864-1870). Ana Néri não resistiu à ideia da separação da família e colocou-se à disposição do governo para ir à guerra, então foi, e é considerada a primeira enfermeira voluntária do Brasil. Após cinco anos de guerra, ela retorna ao Brasil e é reconhecida com medalhas e dinheiro pelo belo trabalho. A primeira escola de enfermagem do Brasil recebeu seu nome em sua homenagem.

Para Samara Zago, estudante do 5° semestre de Bacharelado em Enfermagem na SETREM de Três de Maio, “A Enfermagem é uma profissão apaixonante, mas exige muito de nós, precisamos ter sensibilidade para compreender aquilo que por vezes é invisível, somos principalmente generosos para com a vida, desde o momento do nascimento de uma criança ou no apoio a uma fase final de vida. Escolher a Enfermagem vem de uma questão de dom, a escolha de servir ao próximo”.

O enfermeiro tem seu papel de fazer a diferença dentro do seu campo de trabalho, fazer o paciente sentir-se bem, de modo físico, psíquico e social. A jovem ainda ressalta que “O paciente deposita sua confiança em nós desde o momento em que ele chega ao atendimento até a hora em que ele se despede do local”. 

LS NOROESTE BAZAR E PAPELARIA