14/12/15...HORIZONTINA: Pedro Tusset completa 20 anos no ramo farmacêutico

14/12/2015 14:55:46 - Trabalho Renda e Emprego
14/12/15...HORIZONTINA: Pedro Tusset completa 20 anos no ramo farmacêutico

Foto: Paulo R Staziaki/FC- Pedro Tusset- Destaque Empresarial FC desta semana

Uma vida dedicada a auxiliar as pessoas através dos serviços e orientações prestadas e a qualidade dos produtos que comercializa. O ex-bancário Pedro Tusset celebra os 20 anos de sua organização empresarial a atual Farmácia Agafarma, mas que já foi uma franqueada da Rede Panvel e iniciou sua trajetória em 1995 como Farmácia Central, mas sempre popularmente chamada de “A Farmácia do Pedrinho”.

         Nesta evolução do setor, Tusset que instalou a 4ª farmácia no município, viu o número de lojas chegar à 18, se consideradas as básicas da rede pública de saúde,  para a mesma população de em torno 20 mil pessoas. A qualidade do atendimento e as relações sólidas com a comunidade garantiram-lhe sempre uma clientela fiel e o sucesso do negócio, tocado com auxílio da filha formada em farmácia e da esposa, além outras colaboradoras. “Nosso cliente não sai simplesmente daqui após o aviamento de sua receita, não sem antes receber todas as recomendações sobre o uso da medicação prescrita pelo médico, é regra”, explica.

         Formado em Iridologia Multidimensional o naturopata dedica-se como atividade complementar,  a analisar através da íris do olho as reais condições de saúde de cada sistema que forma o corpo humano. Adepto de obter a melhoria da qualidade de vida e da saúde através de florais e produtos naturais, Tusset tem hoje o reconhecimento de toda a comunidade regional.

         No CTG ou no Piquete Albino Manjabosco é possível vê-lo montado em seu cavalo, arriscando belos tiros de laço. Voluntário sempre, Tusset faz parte havia 25 anos do Rotary Clube, onde segundo ele, sente-se feliz por poder através das ações deste clube no mundo e no município auxiliar as pessoas, seja em grandes projetos como a erradicação da poliomielite ou no município, onde fruto das promoções do clube, fornecer uma cadeira de rodas, um par muletas ou mesmo alcançar recursos a tantas pessoas comprovadamente necessitadas. “Poder dar de si, sem pensar em si é uma honra”, diz.

         O empresário se emociona quando fala de Horizontina. “Nossa cidade venceu tantas crises, políticas, econômicas, mudança de moeda, sempre precisamos ver na crise uma oportunidade, trabalhar mais, reclamar menos, não adianta achar culpados, podemos analisar os erros, mudar, mas só reclamar não leva a nada”. Horizontina para mim é tudo, estudei meus filhos, estão bem colocados, espero nunca precisar sair daqui, a cidade tem futuro, é preciso trabalhar honestamente e olhar para frente com atitude presente.

         Por fim Tusset fala da importância do CTG, dos piquetes tradicionalistas, dos grandes rodeios, da beleza de ver crianças, adolescentes, jovens, casais de namorados, país e avós juntos cultuando a tradição. “É essa sociedade com bons ensinamentos que nos remete entre um mate e outro,  a renovar a esperança no futuro”, encerra. Ele integra o piquete Albino Manjabosco havia quase 25 anos.

SICREDI COOPERAÇÃO PREMIADA