14° Fórum pela Vida superou expectativas em Nova Candelária

01/10/2015 16:25:54 - Eventos e Promoções

Créditos: Maira Dill - Assessora de Comunicação

No dia 25 de setembro de 2015, nos Pavilhões da Schweinfest, aconteceu a 14ª edição do Fórum pela vida, evento este promovido pela Emater/RS-Ascar, Prefeitura Municipal de Nova Candelária e Sindicato dos Trabalhadores Rurais. O evento reuniu mais de 800 pessoas, entre elas moradores de Nova Candelária e pessoas vindas de 15 municípios do Noroeste do estado.

O tema “Saúde em qualquer idade” permeou as principais atrações do evento. Diversas palestras abordaram aspecto do envelhecimento ativo, desde seu conceito e formas de atingi-lo.

Na primeira palestra do dia, a representante da 14ª Coordenadoria Regional da Saúde, Viviane Leão, abordou aspectos do envelhecimento ativo. Segundo a Organização Mundial da Saúde, os países podem custear o envelhecimento se os governantes, as organizações internacionais e a sociedade civil implementarem políticas e programas de envelhecimento ativo que melhorem a saúde, a participação e a segurança dos cidadãos de mais idade. "Todos temos nosso papel e precisamos transformar o acesso à informação em conhecimento e atitude", destacou Viviane.

O Dr. Marcio Martini também foi um dos palestrantes do Fórum pela vida e falou sobre aspectos que influenciam na longevidade: “Esse fórum é um momento de conhecimento para a população de Nova Candelária, com diversas conversas que trazem novos ensinamentos. A longevidade é uma expectativa que todos nós queremos alcançar, mas com o objetivo de ter uma autonomia e independência pessoal”. Ele destacou ainda os fatores que influenciam para que vivamos mais, ou menos: 30% relacionado à herança familiar; 20% ligado ao ambiente em que vivemos e 50% é resultado de nosso estilo de vida. Sobre esses aspectos o palestrante compartilhou orientações e enfatizou a importância de dar continuidade ao trabalho, manter atividades de lazer, ter alguma atividade ligada à religiosidade ou espiritualidade, conservar o afeto, valorizar a sexualidade e manter as vacinas em dia.

Na parte da tarde, os participantes refletiram sobre relações familiares, sucessão e motivação, em uma palestra motivacional conduzida por Edison Motta Prestes, o professor Edinho.

Os participantes ainda receberam orientações sobre formas de propagação e uso de plantas medicinais, compartilhadas pela assistente técnica regional de supervisão, Ancila Altmann, e pelo indigenista e naturalista Homero Pinto.

Dona Lenira Wolf, 58 anos, veio da cidade de Santo Cristo para prestigiar o evento: “Participo do fórum pela vida há muitos anos e cada vez mais a preocupação é com a saúde integral da pessoa e não só com o objetivo de tratar doenças”.

Paralelamente ao evento, aconteceu a exposição e venda de plantas medicinais e produtos confeccionados pelo grupo de Artesanato de Nova Candelária, assim como, artigos da campanha “Para poder abraçar”.

No final do evento cada participante pode levar para casa uma muda de planta medicinal, as quais foram cultivadas pelos técnicos da Emater de Nova Candelária e pela Secretaria da Agricultura, com o apoio da Sra. Ida Malmann e do Sr. Alceu Wendling e sua esposa Sr. Lore.

O Escritório Municipal da Emater de Nova Canelária agradece à todos que de alguma forma se envolveram e participaram deste belo evento contribuindo para o sucesso do mesmo. Agradecimento de forma especial aos integrantes do Piquete Marca da Ferradura que se envolveram na realização do almoço e também a equipe da Escola Nossa Senhora da Purificação pelo seu envolvimento. À Sicredi e à Administração Municipal de Nova Candelária pelo apoio e patrocínio para a realização deste evento; à Agropecuária do Galo de Santa Rosa pela doação das sementes das plantas medicinais que foram distribuídas, à Agroindústria Henicka e Frizzo, Agroindústria Doce Vida e à Agroindústria Sabores e Delicias; à Gráfica Rex e ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Nova Candelária.

GIRO AMBIENTAL