20/09/15-Municípios da AMGSR vão paralisar as atividades na sexta-feira dia 25/09

20/09/2015 14:02:53 - Politica
20/09/15-Municípios da AMGSR vão paralisar as atividades na sexta-feira dia 25/09

Imagem: Roseli Rost- AMGSR

Reunidos em assembleia na manhã da última sexta-feira 18, os prefeitos da Associação dos Municípios da Grande Santa Rosa (AMGSR), decidiram aderir à mobilização Estadual das Prefeituras, agendada para a próxima sexta-feira, dia 25 de setembro. Segundo Prefeito Olívio José Casali, Presidente da AMGSR, a situação dos municípios está insustentável, e o movimento servirá para fazer um alerta a toda comunidade sobre a necessidade da realização urgente de novo Pacto Federativo, com uma distribuição mais justa do bolo tributário.

Neste sentido, não será ponto facultativo nos municípios, e sim haverá expediente interno num dos turnos e no turno inverso, cada município fará reuniões ou audiências públicas, para conscientizar a comunidade, sobre os motivos do movimento, no intuito de angariar apoio.

Na mesma linha de como enfrentar os desafios atualmente impostos aos gestores, no que tange à melhoria das finanças municipais um assunto de suma importância foi abordado pelo Engenheiro Civil Jaime Mattiazzi da RESICON, e que diz respeito à solução para o tratamento e destinação dos resíduos de Construção Civil. 

Propondo parceria aos municípios da região, visto que os resíduos da Construção Civil não são de obrigação de recolhimento do ente municipal e sim do proprietário do imóvel, isso traria economia significativa de óleo diesel, mão de obra e manutenção de equipamentos, atualmente disponibilizados pelas prefeituras para evitar que tais materiais se acumulem em via pública ou junto a obras em andamento. O destino correto desses resíduos também por vezes traz “dor de cabeça” aos prefeitos, pois precisam ter aterro licenciado, quando se sabe podem ser reaproveitados.

Outra empresa que trabalha com a reutilização dos chamados RCDs- Resíduos de Construção e Demolição, havia algum tempo é a Transforma, localizada em Horizontina e que logisticamente, poderia também dar vazão à demanda do território abrangido pela entidade municipalista, já que a Resicon está em Santa Rosa. Cada dia mais os municípios precisam entender e executar o que for de fato, serviço público, defendem os gestores. 

 

SICREDI COOPERAÇÃO PREMIADA