Aluna da SETREM vence concurso nacional de Astronomia do LNA

08/12/2015 10:35:26 - Educação
Aluna da SETREM vence concurso nacional de Astronomia do LNA

Créditos: Assessoria de Comunicação

Pelo segundo ano consecutivo a SETREM fica entre os melhores do país em um concurso nacional sobre Astronomia. A aluna do Centro de Ensino Médio SETREM, Amanda Alves Luft, conquistou o terceiro lugar do Concurso de Astronomia para Estudantes - 2014 "Escolha um Objeto Astronômico para ser observado com o Telescópio SOAR" na Categoria Ensino Fundamental II promovido pelo Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA). O concurso teve 262 trabalhos inscritos do Ensino Fundamental II e 285 do Ensino Médio.

A proposta de objeto astronômico da estudante do 9º ano intitulado “Galáxia das Antenas” atendeu aos requisitos de interesse científico e de apelo visual do objeto exigidos pelo concurso. O projeto teve o apoio e incentivo da professora de Astronomia Lilian Maria Christmann Stoll. O processo de julgamento é feito por etapas e as identidades dos participantes são reveladas somente ao final, quando já nomeados os vencedores.

O objeto proposto pela aluna será fotografado digitalmente pelo SOAR com o espectrógrafo e imageador no óptico Goodman por astrônomos do LNA em Itajubá, MG. As imagens serão processadas profissionalmente e amplamente divulgadas, com a explicação dos detalhes científicos que elas descrevem. Como prêmio, Amanda terá a oportunidade de conhecer as instalações do Observatório do Pico dos Dias em Brazópolis, MG. A visita compreende a viagem até Itajubá, MG (sede do LNA), e a visita às instalações do LNA e do Observatório, com duração mínima total de três dias. A Instituição também receberá a visita de um astrônomo do LNA que irá proferir uma palestra sobre o LNA e o Telescópio SOAR e sobre o objeto astronômico escolhido. A escola receberá um quadro com a imagem impressa.

No ano passado, as alunas do 8º ano do Centro de Ensino Médio SETREM, Emanuela da Silva Foletto e Ana Vitória Foletto Lasch, ambas com 13 anos, foram as grandes vencedoras deste concurso, e também contaram com o apoio da professora de Astronomia Lilian Maria Christmann Stoll.

A descrição do projeto de Amanda

 “Desde muito tempo, povos e sociedades tentam compreender de onde veio tudo que conhecemos. O universo, ainda pouco conhecido, é uma janela para um espaço totalmente diferente do que costumamos enxergar. Galáxias, nebulosas, estrelas, astros e tudo que forma o nosso redor é, cada um de um jeito diferente, incrível.

Até o início do século XX, grandes cientistas e astrônomos acreditavam que as galáxias eram apenas simples nebulosas, aglomerados de estrelas. Mas, ao passar dos anos, com os grandes avanços na área da astronomia e da tecnologia, pode-se descobrir que essas tais nebulosas eram, ao final de tudo, grandes galáxias independentes, fora do Sistema Solar. A partir daí, foram descobertos diversos tipos de galáxias e suas respectivas formas.

O alemão William Herschel, foi um astrônomo que teve um papel muito importante na astronomia por suas grandes descobertas, tais como o planeta Urano. Em 1785, Herschel descobriu duas pequenas galáxias em fundição, denominadas Galáxia das Antenas (possuem esse nome por causa das estrelas distantes e flâmulas de gás, que criam uma imagem de longas caudas), conhecidas também como NGC 4038 e NGC 4039. Estes incríveis objetos astronômicos, capazes de chamarem a atenção de muitos, são conhecidas por estarem a quase cem milhões de anos “brigando” uma com a outra.

A NGC 4038, distorcida juntamente com a galáxia NGC 4039, é uma galáxia espiral localizada a aproximadamente 63 milhões de anos-luz do Sistema Solar, direcionadas para a constelação de Corvo. Possui uma magnitude aparente de 10,3, uma declinação de -18º 52' 07" e uma ascensão reta de 12 horas, 01 minutos e 53,0s. Estes objetos são o exemplo mais próximo de duas grandes galáxias em colisão que, tem sido tão violenta, que foram descobertos que gases e estrelas são ejetados em direção às suas caudas. Um observador da NASA, descobriu também que há uma grande quantidade de néon, magnésio e silício em um dos pares da galáxia.

Com um grande evento de difusão esperando-nos, a Galáxia das Antenas é um maravilhoso objeto astronômico, digno de ser observado, mesmo tão longe de nós. Sua incrível composição, história e alguns acontecimentos, fazem com que pessoas, como eu, se interessem por esta incrível galáxia".

GIRO AMBIENTAL