Alunos realizam pesquisa para saber nível de conhecimento da população sobre crise econômica do país

13/11/2015 09:04:16 - Educação
Alunos realizam pesquisa para saber nível de conhecimento da população sobre crise econômica do país

Créditos: Divulgação

A turma de Estatística Econômica do curso de Ciências Econômicas da FAHOR realizou uma pesquisa para aplicar na prática os conteúdos de estatística estudados na teoria e saber o nível de conhecimento da população sobre a crise econômica do país.

Foram entrevistadas, nos meses de setembro e outubro, 96 pessoas entre 15 e 24 anos; 97 pessoas entre 25 a 39 anos e 98 pessoas entre 40 e 59 anos da cidade de Horizontina. Entre as respostas, apontamos a seguir as com maiores percentuais, conforme a coordenadora da pesquisa, professora Cássia Bordim:

- No grupo entre 15 e 24 anos, 48,96% das pessoas se mantém informados através da internet, 34,38% através da televisão. A principal causa da atual crise no Brasil, segundo 70,83% deste grupo, é a falta de planejamento estratégico e descontrole dos gastos do governo e segundo 15,63% é a falta de credibilidade. Ainda, para 55,21% das pessoas deveria ser diminuído os gastos do governo (cortar gastos dos deputados) e para 20,83% os políticos corruptos deveriam ser tirados do poder. Com a crise, 83,33% das pessoas tende a diminuir o consumo (gastos) e 10,42% consomem normalmente.

- Já entre os entrevistados com idade de 25 a 39 anos, 40% utilizam a televisão para se manterem informados sobre a crise e 20%, internet. Para 39%, a causa da crise no Brasil é a crise internacional e para 22%, é a falta de credibilidade. 35% apontaram que a solução para a crise é reduzir programas sociais e 26% que é diminuir gastos do governo. Entre as reações desta população em relação à crise, 41% tentam diminuir o consumo e 21% aproveitam para fazer negócios.

- Os entrevistados com idade entre 40 e 59 anos, em sua maioria, usam a internet e a televisão para se manter informado sobre a crise, acreditam que a principal causa da crise é a falta de planejamento estratégico e descontrole dos gastos do governo, e entre as alternativas apresentadas para resolver a crise acreditam que deveriam ser diminuídos os gastos do governo e reduzir programas sociais. A maioria também respondeu que estão diminuindo o consumo neste período de crise econômica.

Os alunos que realizaram a pesquisa são Alexandre Galiotto, Anderlei Rodrigo Mahl Cléber Alessandro Corso, Daiana Franco, Jessica Raquel Kroetz Zanella, Josieli Hess Pufal, Mabel da Silva Bairros, Ozeias Klein Gonçalves e Suyâne Letícia Bach Rosa.

LS NOROESTE BAZAR E PAPELARIA