Comunidade Boa-vistense e RGE debatem interrupções frequentes de energia

15/05/2015 09:25:21 - Geral

Créditos: J.B.Nardes Assessor de Imprensa

Na última sexta-feira, 8 de maio, no gabinete do Prefeito Antônio Mota, reuniram-se representantes da comunidade, Vice-Prefeito Vilmar Horbach, Secretária de Desenvolvimento Econômico Carla Christ, Diretor Municipal da Agricultura e Meio Ambiente Leandro Bohn, Vereadores Vilson Leidemer e Orestes Roncatto, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais Eliseu Locatelli, ACI – Associação Comercial e Industrial, empresária  Meri Christ e representantes empresariais, com a direção regional da RGE (Rio Grande Energia), Sr. Rodinei Gerardon Executivo de Contas e o Engenheiro Elétrico Sr. Luciano Muller, responsável técnico pelas macro regiões de Santa Rosa e Três Passos. O objetivo foi discutir soluções para as frequentes interrupções no fornecimento de energia, para o nosso município.

Inicialmente os representantes da comunidade relataram a insatisfação com as constantes interrupções e os prejuízos que isto tem causado as empresas, famílias e agricultores de Boa Vista do Buricá. Relataram a existência de um abaixo-assinado da comunidade, que já agregou mais de 2.500 assinaturas exigindo melhorias no fornecimento de energia e também mais agilidade no atendimento quando das interrupções.

Os representantes da RGE fizeram breve explanação sobre as questões técnicas, históricas e legais sobre as dificuldades que resultam nos problemas relatados.

Chegou –se a conclusão que deficiência energética não é quantitativa  e que os problemas estão  na estrutura de distribuição, manutenção das redes e falta de informação quanto ao plantio de árvores próximas a rede elétrica.

Após longo debate e relatos, elencaram-se soluções que já estavam planejadas e outros compromissos que se firmaram nesta reunião, aqui citados:

- Investimento de R$ 1.400,000,00, na linha alimentadora de Campo Novo, São Martinho, Boa Vista do Buricá e Nova Candelária, ainda em 2015.

- Investimento em nova subestação em Três de Maio, de aproximadamente R$ 12.000,000,00, até o final de 2016. Lembramos que esta alimentadora é alternativa e não principal para Boa Vista do Buricá.

- Imediato trabalho de podas junto à rede elétrica no  município, visto que grande parte das interrupções está relacionada a problemas de rede e árvores.

- Especial atenção ao atendimento das interrupções em Boa Vista do Buricá, já que geograficamente, estamos localizados no final das linhas de distribuição das alimentadoras de energia.

E para encerrar, o Executivo Boa-vistense, irá contatar a cada duas semanas a representação regional da RGE, para acompanhar o trabalho.

A comunidade boa-vistense saiu esperançosa da reunião, mas vai continuar mobilizada até que estes problemas encontrem-se em níveis de intercorrências aceitáveis. 

SICREDI COOPERAÇÃO PREMIADA