Mobilização popular pede permanência de Secretária de Saúde em Horizontina

18/11/2014 17:07:29 - Saúde
Mobilização popular pede permanência de Secretária de Saúde em Horizontina

Prefeito recebeu por quase duas horas comissão de usuários do SUS e justificou mudanças na Saúde

Um grupo de usuárias do Sistema Municipal de Saúde de Horizontina realizou durante esta terça-feira (18) um ato público contrário à saída da Secretária de Saúde Zuleica Wehner que deixará o cargo retornando a Câmara de Vereadores, por decisão do Prefeito Municipal Nildo Hickmann.

         As usuárias fizeram ato público em frente à Secretaria de Saúde e na Prefeitura na parte da manhã, tirando uma comissão que na parte da tarde foi recebida por quase duas horas pelo mandatário, acompanhado do Secretário Geral de Governo Dionir Bianchi e da Secretária de Administração Janete Schwingel.

         O prefeito disse que a saída do PTB (partido de Zuleica) da administração não é o principal motivo para a mudança de secretário. Segundo ele é preciso dar um segundo passo no atual modelo de saúde existente qualificando a gestão no que tange a administração direta das unidades de saúde e suas equipes, melhoria no comando administrativo da Secretaria, aprofundamento das discussões e avanços com relação à situação do hospital local e demais prestadores de serviços, maior controle de frotas e diárias, entre outros pontos.

         As usuárias foram unânimes em anunciar ao mandatário que temem ver reduzidas ações de acolhimento e autorizações de exames e medicamentos com a saída de Zuleica, e que por julgar que a Saúde está funcionando bem, decidiram fazer o movimento pela sua permanência. “Ela atende as pessoas simples e mais necessitadas com dignidade, atende telefone a qualquer hora da noite e de fim de semana, é uma área do governo que está funcionando bem, por que mexer, é por causa de política partidária”,questionaram. Cada uma das presentes praticamente, citou ao prefeito, uma ação em favor de familiares, onde o atendimento da secretária foi fundamental para resolver dificuldades.

O mandatário ouviu as reivindicações e responder questionamentos, mas não escondeu das reclamantes que sua avaliação pessoal da situação da saúde é outra e que ela precisa melhorar, avançar muito. Embora reconheça no perfil da secretária os pontos positivos também valorizados pela comissão de usuárias, disse que isso não será modificado. “A autorização de consultas, de exames, de atendimentos e o acolhimento humanizado atualmente executado pela secretária é trabalho de toda uma equipe e ocorre por determinação do governo. A autorização de exames, consultas, medicamentos não é favor, ocorre por que há uma política pública e não partidária, que precisa ser clara, transparente e evolutiva e posso assegurar que terão continuidade”, declarou.

O mandatário enumera entre os desafios que precisam ser superados com a mudança que está propondo; o combate das filas nos postos de saúde, aumento da produtividade nos atendimentos de alguns profissionais (não todos), maior envolvimento com a solução da situação do hospital, valorização das equipes e desempenho uniforme das unidades. “Vamos sair de um perfil mais político, e caminhar em direção a um perfil gestor, de maior planejamento, maior controle, maior produtividade”, diz.

O mandatário solicitou que o movimento das usuárias tenha uma atividade permanente e bem mais abrangente que a defesa deste o daquele secretário, que passe a integrar reuniões do conselho de saúde, com os setores do governo e que fiscalize a situação da saúde como um todo, munindo o gestor municipal de informações e avaliações.

O nome do substituto (a) de Zuleica não foi anunciado, mas deverá ser conhecido até sexta-feira (21). A vereadora retorna ao seu trabalho no parlamento municipal a partir desta quarta-feira (19). 

SICREDI COOPERAÇÃO PREMIADA