Piloto tresmaiense Cristiano Rasia vence a prova da Categoria Intermediária MX1 do 5° Campeonato

14/08/2015 10:22:03 - Geral

Créditos: Arquivo Pessoal e Anelize Espindola

Cristiano Rasia, tresmaiense, 22 anos é uma fera do Motocross. A paixão por moto começou quando tinha apenas 11 anos, seu pai participava de trilhas e prontamente se interessou pedindo-lhe uma moto de presente. Cristiano até os 13 anos de idade seguiu as ‘trilhas’ do pai mas logo descobriu o motocross por meio de amigos. A paixão por moto foi de pai pra filho mas o motocross foi de filho pro pai.

Pai e filho andavam juntos e competiam em corridas de motocross por dois anos, foi quando o pai percebeu o talento do filho e decidiu parar de andar para apenas auxilia-lo com a moto e os custos.

Rasia hoje perdeu as contas de quantos campeonatos já realizou, mas a sala de troféus está cheia, o que demostra a qualidade do garoto. Seu pai fez e faz o possível para que ele consiga ir até as competições, porém os custos são altos, mas ele sabe do potencial do filho.

Pessoalmente Cristiano é tímido, mas nas pistas mostra o por que é um dos melhores. Os treinos são realizados semanalmente, tanto em Três de Maio quanto em Horizontina além disso procura fazer academia e pedalada para sempre se manter em forma, quem o acompanha é sua namorada, que segundo ele é uma das pessoas que mais o incentiva e sempre está presente em tudo.

O líder do campeonato está focado no Campeonato Gaúcho, mas continua participando de campeonatos menores e salienta que são desafios e treinamentos, “quanto mais corro e realizo competições mais estou me aperfeiçoando”.

Determinação, foco e organização são qualidades que o descrevem. Sua namorada Evelin Ludwig diz que apesar de ser uma atividade de risco adora vê-lo treinar, entende quando ele precisa se ausentar para realizar competições e quando pode o acompanha.

 “Minha família e minha namorada sempre me apoiam muito, já passei por dificuldades mas nunca vou desistir, sei que o Motocross não vai ser minha profissão e vai me sustentar mas pretendo continuar competindo e estudando e sempre darei o meu melhor para quem sabe um dia ir correr fora do Brasil” finaliza.

Com 7 anos de experiência Cristiano passa um recado para os que estão começando “Primeiramente se equipem bem, andem com consciência, um passo de cada vez que um dia vocês chegam lá”. 

LS NOROESTE BAZAR E PAPELARIA