Santa Rosa e região apoiam o curso de medicina na Unijuí

31/07/2015 09:08:47 - Educação
Santa Rosa e região apoiam o curso de medicina na Unijuí

Créditos: Bruna Carpenedo - Assessoria de Comunicação

Na tarde de quarta-feira, o Reitor, Martinho Luís Kelm, esteve reunido, na Prefeitura Municipal  de Santa Rosa, com o prefeito Alcides Vicini, lideranças e entidades do município. Na oportunidade, foi discutida a questão do curso de medicina em Ijuí.

O Governo municipal e entidades representativas da comunidade apoiam o projeto da Unijuí na implantação de um curso de medicina na região noroeste do Estado. O Reitor fez um relato da situação da Universidade com relação ao edital do MEC, também destacou aspectos do recurso que será protocolado no Ministério buscando reverter a decisão parcial e também salientou a importância do apoio que a Universidade tem recebido da comunidade regional e dos políticos de diversos partidos.

“A Unijuí tem toda uma estrutura que lhe dá sustentação, é uma instituição comunitária, comprometida com a comunidade. A Universidade é a grande força para ter o curso de medicina na região. Somos completamente parceiros e lutaremos por este projeto”, salientou o prefeito de Santa Rosa, Alcides Vicini.

Participaram do encontro, o Reitor Martinho Luís Kelm, o Pró-Reitor do Câmpus Santa Rosa, Ariosto Sparremberger, o presidente da Acisap, Mogar Sincak, o diretor da Fundação Educacional Machado de Assis, Carlos Albea, a secretária da Associação dos Municípios da Grande Santa Rosa, Roseli Rost, o Vice-presidente do Hospital Vida e Saúde, Elton Luis Walker, Magda Fernanda, representando 17º Coordenadoria Regional de Educação e representantes de várias entidades patronais do município.

Medicina na Unijuí

Na última semana, o Ministério da Educação (MEC) disponibilizou para a Unijuí a memória de cálculo que foi utilizado como base de análise da instituição no edital para o curso de medicina. Também foram detalhados os resultados da experiência regulatória, que envolve o histórico de avaliações do MEC sobre cursos e a instituição. Nesta análise, a UNIJUÍ teve atribuído o índice 7,2 enquanto a sua oponente teve nota 2,2. Este primeiro índice representa toda a história da instituição na área de saúde e o peso de ser uma Universidade.

Os dados só foram divulgados após decisão judicial da 2ª Vara Federal do Distrito Federal, concedida na última segunda-feira. O MEC teve que disponibilizar para a Unijuí e para todas as outras instituições participantes do edital para oferta de curso de medicina, a memória de cálculo, contendo os números utilizados como base para a escolha das instituições de ensino superior que poderão implantar novos cursos nas 36 cidades brasileiras, pré-selecionadas, entre elas, Ijuí.

Além disso, o MEC também teve que estabelecer um novo prazo de recurso para as instituições que contestam o resultado preliminar do edital. A nova data para protocolar o recurso é 5 de agosto, sendo que o resultado final deverá ser divulgado em 22 de setembro.

SICREDI COOPERAÇÃO PREMIADA