TRÊS DE MAIO: Fórum Estadual do Leite de Qualidade vai ser realizado durante a Expofeira

06/02/2015 23:18:48 - Trabalho Renda e Emprego
TRÊS DE MAIO: Fórum Estadual do Leite de Qualidade vai ser realizado durante a Expofeira

Foto: João Silvestre...Comitiva três-maiense com Polo e Loureiro

Alexandre de Souza

Como recuperar a imagem do leite produzido no Rio Grande do Sul? A resposta para essa pergunta vai ser discutida no Fórum Estadual do Leite de Qualidade. O evento vai reunir representantes de produtores e da indústria durante a Expofeira do Agronegócio. O setor leiteiro está em crise desde que foi descoberta a adulteração do alimento em várias regiões do Estado. A consequência da Operação Leite Compensado foi desastrosa. O consumo despencou e começou a sobrar leite nas indústrias. Nem mesmo os grandes investimentos na região (a BRF em Três de Maio, a Nestlé em Palmeira das Missões e a CCGL em Cruz Alta), estão conseguindo mudar o cenário desfavorável.

A realização do Fórum Estadual do Leite foi confirmada na terça-feira (3) quando a prefeita em exercício de Três de Maio, Eliane Fischer entregou ao secretário estadual da Agricultura, Ernani Polo uma pauta de reivindicações em nome da Associação dos Municípios da Grande Santa Rosa, solicitando medidas para enfrentar a crise no setor leiteiro.

A atividade é fundamental para a economia dos municípios porque é o salário mensal que sustenta milhares de famílias.  Entre as medidas reivindicadas estão o incentivo à compra do leite gaúcho pela Companhia Nacional do Abastecimento (Conab), o desenvolvimento de um programa de certificação da qualidade e a realização de campanhas para incentivar o consumo. De acordo com o Polo, o fórum vai contar com o apoio da Secretaria de Agricultura.

POR CULPA DA FRAUDE

Vários empresários e transportadores que adicionavam água oxigenada, ureia e até soda cáustica no leite, foram presos. Mas isso não devolveu totalmente a confiança a muitas famílias que deixaram de comprar o produto. No campo, milhares de produtores estão sem receber pelo leite entregue para indústrias que tiveram de fechar as portas. O alimento, que antes era disputado por várias marcas interessadas em comprar o produto, agora é desprezado e está até jogado fora em muitas propriedades.

Já o deputado estadual, Eduardo Loureiro, que acompanhou o encontro, acredita que a crise deve servir para qualificar toda a cadeia do leite, com fiscalização cada vez mais eficiente e punição rigorosa aos fraudadores. A região Noroeste responde por aproximadamente 60% da produção de leite no Estado. As reivindicações foram elaboradas em conjunto pelos Coredes Fronteira Noroeste, Celeiro, Missões e Noroeste Colonial.

SICREDI COOPERAÇÃO PREMIADA