Unijuí - Capes aprova o Doutorado em Desenvolvimento

26/06/2015 13:41:57 - Educação
Unijuí - Capes aprova o Doutorado em Desenvolvimento

Créditos: Divulgação

A UNIJUÍ recebeu ontem, quinta-feira, 25 de junho, a aprovação, por parte da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) para a implantação do Programa de Doutorado em Desenvolvimento. Este é o terceiro programa de doutorado ofertado pela Instituição, que mantém os programas de doutorado em Educação nas Ciências e em Modelagem Matemática.

“Aguardávamos com bastante ansiedade esta resposta da Capes para implantar o terceiro doutorado da UNIJUÍ”, destaca a Vice-Reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, professora Evelise Moraes Berlezi. Segundo ela, o Programa de Desenvolvimento, implantado em 2002, já formou mais de 300 mestres que estão atuando em diversas instituições de ensino superior. “Temos um levantamento que hoje, dos mestres formados pela UNIJUÍ, em Desenvolvimento, 120 atuam no ensino superior. Então, a nossa satisfação em conseguir aprovar o doutorado é na perspectiva de formar, nesse nível de ensino, sujeitos com perfil para atuarem, também, na área da pesquisa. O doutor é quem puxa a pesquisa no país, não apenas dentro das universidades, mas também nos centros de pesquisa. A pesquisa é uma mola propulsora do desenvolvimento das regiões, então, formar doutores tem essa característica e essa importância para a nossa universidade”.

Os avaliadores da CAPES cumpriram uma diligência de visitas ao Mestrado em Desenvolvimento abril de 2015, quando constataram a maturidade do Programa da UNIJUÍ, que atualmente está na sua 14ª edição, tendo mais de 300 mestres formados nesse período. Os egressos do Programa atuam em mais de 120 instituições de ensino superior em todo o Brasil e aproximadamente 40 mestres já fizeram ou estão fazendo doutorado em outras instituições do país e no exterior. A autorização da CAPES para oferta do Doutorado em Desenvolvimento avaliza e consolida a qualidade deste Programa.

A proposta encaminhada pelo Programa de Pós-Graduação stricto sensu em Desenvolvimento da UNIJUÍ foi aprovada na íntegra, com nota 4, o que coloca o Programa num seleto grupo de cursos de mestrado e doutorado no Brasil. 

Para o professor Dieter Siedenberg, coordenador do Programa de Mestrado em Desenvolvimento, a aprovação do Doutorado coloca o Programa noutro patamar em termos de pesquisa e produção do conhecimento sobre a região. “Com o Doutorado entramos numa dimensão mais profunda da análise socioeconômica da nossa região e, mais do que isso, em proposições mais fundamentadas e consistentes de alternativas para o desenvolvimento local e regional. No Doutorado teremos um pessoal altamente qualificado pesquisando temas específicos por dois a três anos na busca de soluções e estratégias que alavanquem o desenvolvimento territorial e empresarial”.

Está prevista e autorizada a oferta regular de 12 vagas anuais para o Doutorado. O início efetivo do curso ainda está em discussão, mas, pelo que tudo indica, deverá ocorrer em março de 2016. Nas próximas semanas o Colegiado do Programa irá deliberar e definir estas e outras questões.

A proposta do curso está estruturada em 48 créditos assim subdivididos: 7 créditos de disciplinas específicas, 3 créditos referentes a Seminários de Tese, 4 créditos de Seminários Temáticos, 18 créditos de Atividades Orientadas e 16 créditos de disciplinas eletivas. O aluno que fez o Mestrado em Desenvolvimento poderá requerer o aproveitamento acadêmico destes 16 créditos (equivalentes a 1/3 do Curso de Doutorado).

As Linhas de Pesquisa do Doutorado serão as mesmas do Mestrado, exatamente a fim de propiciar um maior aprofundamento dos estudos e pesquisas: a) Políticas Públicas e Gestão Social, b) Gestão Empresarial e c) Desenvolvimento Territorial e Gestão de Sistemas Produtivos. 

LS NOROESTE BAZAR E PAPELARIA